O dilema do empreendedor

Todos empreendedores estão fadados a viver um dilema.

Tanto os que tem sucesso quanto os que não tem.

Tudo acontece porque negócios são, por definição, uma atividade contraditória.

De um lado está o interesse do negócio representado pelo lucro.

Do outro lado está o valor gerado ao cliente representado pela genuína preocupação com o bem deste.

Você já pensou sobre isso?

Se ainda não pensou, talvez seja isso que impede você de crescer ainda mais.

Porque se você não tomar uma decisão consciente, não vai conseguir imprimir a velocidade que precisa a fim de obter os resultados que deseja.

A maioria dos empreendedores atuam sob uma ótica consequencialista onde que o que importa são os resultados e não os meios para obte-los.

Vamos analisar a premissa fundamental do negócio: “Todo negócio visa dar lucro”.

Então, quanto mais lucro o negócio gerar, melhor!

Mas tem uma outra premissa tão importante quanto a primeira: “Todo negócio deve gerar valor aos clientes. Quanto mais valor, mais clientes comprando”.

No meio disso tudo, está a atividade principal do negócio para gerar receita (e que levará ao lucro) que é a venda.

Então vamos imaginar 2 vendedores diferentes dentro de uma escala de sucesso em vendas.

Numa extremidade está o vendedor que não vende.

Na outra, o vendedor que vende muito e a todo momento.

O vendedor que não vende é aquele que se preocupa verdadeiramente com o outro.

Sendo assim, ele apresenta os pontos fortes e TODOS os pontos fracos do seu produto.

Não usa de persuasão.

Fala somente a verdade sem se preocupar se está falando mais dos defeitos do que das virtudes do seu produto.

No final, ele deixa para o potencial cliente tomar a decisão quando esta estiver formada.

Ele é uma pessoa interessada esclarecendo as dúvidas do outro.

Tá na cara que ele deixa de realizar muitas vendas.

Principalmente porque, depois que falam com ele, as pessoas tendem necessitar de tempo para ponderar sobre o quadro de prós e contras que o vendedor deu.

E a dúvida entre o comprar ou não comprar faz com que eles não comprem. Não naquele momento.
Já o vendedor que vende muito é aquele que utiliza da influência e persuasão para fazer os outros comprarem.

Na maioria do tempo, ele é alguém entusiasmado com seu produto, mas ele tem um viés.

E o viés dele é: nada é mais importante do que a venda.

“Bater a meta” é o nome do jogo que ele joga.

Desse modo, como ele deseja a venda acima de tudo, ele enaltece os pontos positivos do seu produto e praticamente não fala dos negativos.

Em muitas vezes, ele chega a mentir se for para obter a venda.

Nesse cenário, o primeiro vendedor gera muito mais valor para o potencial cliente. Mas, como ele não manipula, ele não vende.

Lá no outro extremo da nossa escala do sucesso, está o segundo vendedor.

Em nome do lucro ele manipula, persuade, mente (às vezes) e, por isso, vende.

O dilema do empreendedor está entre atuar no melhor interesse dos outros versus atuar no melhor interesse de si mesmo.

“Gerar-valor-acima-de-tudo” constrói reputação, confiança e boa vontade dos clientes, mas seus resultados são muito lentos.

E isso pode levar à falência.

Algo muito sério!

Do outro lado, “vender-acima-de-tudo” pode gerar a sensação no cliente de que ele foi manipulado, mas gera muitos resultados em pouco tempo.

Se mentir é passar dos limites, então “não vender” também é.

Afinal, ambos levam à morte do negócio.

Então, será que há uma maneira de equilibrar isso?

Eu acredito que sim.

E a resposta está na intersecção entre essas duas questões.

Ter um negócio é buscar o lucro E visar o bem dos clientes.

Tudo ao mesmo tempo.

Se uma das duas premissas não existir o negócio não tem sucesso no longo prazo.

Desse modo, apoie-se nas duas premissas sabendo que seu negócio existe pra gerar valor verdadeiro pras pessoas e também pra gerar lucro.

Quando um novo potencial cliente entrar em contato com seu negócio, não venda.

Ao invés disso, gere VALOR sem que haja transação.

O próximo passo é saber se o potencial cliente quer mais VALOR.

E nesse momento é que você fará a venda de um produto de ainda maior VALOR para o cliente.

Deu pra entender?

Eu quero saber o que você achou.

Tem alguma dúvida? Algum comentário?

Escreva logo abaixo!

Escreva abaixo e vamos discutir essa questão tão importante pro seu sucesso nos negócios.

DEIXE SUA MENSAGEM

Por favor coloque seu comentário
Por favor, coloque seu nome